• Redação Mário Sorrentino

Polícia firma parceria para agilizar comunicações de prisões em flagrante



Representantes da Defensoria Pública do Estado e da Polícia Civil da Paraíba participaram de uma reunião, nessa segunda-feira (15), para discutir a implantação de um procedimento para facilitar a comunicação das prisões em flagrante. A reunião ocorreu na sede da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social, em João Pessoa, e teve a presença do delegado Geral da Polícia Civil da Paraíba, Isaías Gualberto; da delegada adjunta da PC, Cassandra Duarte; além da delegada Roberta Neiva, superintendente da primeira região de Polícia Civil.


A reunião teve o objetivo de implantar o Malote Digital da Defensoria Pública da Paraíba. O procedimento vai facilitar e agilizar o envio dos autos de prisão em flagrante aos defensores públicos. Antes, esses documentos eram enviados por meio físico, ou seja, a delegacia imprimia os papéis e um servidor protocolava o documento no fórum da região. Isso demandava tempo e dinheiro. Agora, com a implantação do Malote Digital, os termos da prisão em flagrante poderão ser enviados aos defensores públicos de forma online.


Os documentos serão digitalizados e enviados à Defensoria Pública por meio da internet. A previsão é que o novo procedimento seja implantado na região metropolitana de João Pessoa a partir do próximo mês.


A meta é expandir o processo para todas as regiões do estado. Para o defensor público Geral da Paraíba, Ricardo Barros, a medida vai gerar economia de custos para os cofres públicos e ainda fortalecer a parceria existente entre a Polícia Civil da Paraíba e Defensoria Pública da Paraíba. Essa parceria vai permitir maior celeridade nos inquéritos e atuação mais eficiente da parte dos defensores públicos, destacou.



Secom-PB


#policia #defensoriapublica #policiacivil

© 2017 por Mário Sorrentino. Orgulhosamente criado pela Equipe.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco