• Redação Mário Sorrentino

Para Ricardo Coutinho, Juan Guaidó não é oposição legítima na Venezuela



Durante a reunião do Diretório Nacional do Partido Socialista Brasileiro(PSB), que acontece nesta sexta-feira, 30, em Brasília, o presidente da Fundação João Mangabeira e ex-governador da Paraíba, Ricardo Coutinho fez o lançamento de dois cadernos do Pense Brasil, sobre Educação e Estado de Direito. Coutinho manifestou-se também sobre a proposta de resolução para formular posicionamento contrário ao regime político atual na Venezuela.


Ricardo ressaltou que o atual governo da Venezuela não foi resultado da distribuição de Fake News, mas foi um governo eleito, enquanto a oposição venezuelana representada por Juan Guaidó não obteve nenhum voto. Ele teve sugestão acatada para que além de manifestar-se contrário ao regime atual, o partido não reconheça a autoridade de Juan Guaidó, “se autointitular presidente sem participar de eleições é algo de outro mundo, é importante que a gente lute pela paz na Vezenuela”, afirmou Coutinho.


O ex-governador da Paraíba aproveitou o momento para convidar os presentes para o ato SOS Transposição do São Francisco, o grito do Nordeste, que será realizado neste domingo (1), às 10h, em Monteiro, no Cariri paraibano, sul do Estado.




#ricardocoutinho #fjm #venezuela

© 2017 por Mário Sorrentino. Orgulhosamente criado pela Equipe.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco