• Redação Mário Sorrentino

Operação identifica pelo menos 45,8 hectares de área desmatada de Mata Atlântica na Paraíba


Pelo menos 45,8 hectares de área desmatada no bioma da Mata Atlântica, na Paraíba, foram identificados durante uma operação conjunta do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) com a Polícia Federal. A ação aconteceu nos municípios de Areia, Baía da Traição, Rio Tinto, Lucena e Mamanguape, de 19 a 24 de outubro. Segundo a polícia, foram inspecionadas 15 áreas, resultando na autuação de 12 pessoas. As multas aplicadas totalizam R$ 148,5 mil.


A operação “Mata Viva II” vistoriou localidades com indicativos de desmatamentos, obtidos de geoprocessamento de imagens de satélites. Entre elas, estava a terra indígena Potiguara, onde a equipe de fiscalização contou com o apoio da Fundação Nacional do Índio (Funai). Todas as áreas desmatadas ilegalmente foram embargadas a fim de cessar o dano ambiental e assegurar a regeneração natural da vegetação nativa.

Conforme o superintendente do Ibama na Paraíba, Arthur Navarro, o bioma Mata Atlântica possui uma importância estratégica para o Brasil e precisa ser protegido. “Por isso o Ibama, com apoio da Polícia Federal e Funai, monitora as áreas sensíveis e executa com frequência operações de fiscalização para conter o desmatamento e garantir o uso sustentável dos recursos naturais, principalmente para o povo indígena Potiguara", disse.




Fonte: G1

© 2017 por Mário Sorrentino. Orgulhosamente criado pela Equipe.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco