© 2017 por Mário Sorrentino. Orgulhosamente criado pela Equipe.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Redação

Olavo de Carvalho ataca generais e chama Brasil de puteiro



O guru ideológico do clã Bolsonaro pediu para que todos os seus seguidores deixassem o governo, mas o ministro da Educação, Vélez Rodriguez - que já chamou brasileiros de ladrões - se antecipou e demitiu os nomes indicados para a pasta pelo astrólogo Olavo de Carvalho.


Irritado, Olavo foi ao Twitter neste sábado (9) para criticar os "fominhas" por cargos públicos e disse que iria "aprimorar a administração do puteiro".


"Sempre pensei que, se o meu trabalho viesse a ter efeitos políticos, eles seriam de longuíssimo prazo e totalmente incontroláveis, que portanto pensar muito neles seria pura punheta. Dediquei minha vida a curar a alma do Brasil, não a aprimorar a administração do puteiro", tuitou Olavo, que abriu guerra contra o núcleo militar do governo, que provocou racha no governo está sendo travada nas redes sociais.


E não ficou por isso. Olavo disse ainda que "oficiais militares induzem o ministro Velez a tomar atitudes erradas e depois lançam a culpa nos meus alunos". "São trapaceiros e covardes", escreveu.


Ele afirmou ainda desmentiu a informação da demissão. Disse que "nenhum olavette foi demitido do Ministério da Educação. Foram apenas transferidos para cargos politicamente inócuos".


Segundo Olavo, "melhor maneira de não entender nada do meu trabalho é tentar enxergar nele um objetivo político". "Cargos públicos são pedaços daquele bolo do vídeo. Tem gente que mata a mãe por um deles", acrescentou.




(Fonte)