• Redação Mário Sorrentino

Governo lança documentário com ações que atenderam mulheres, quilombolas, indígenas, ciganos e LGBTs


O governador Ricardo Coutinho participou, na noite dessa sexta-feira (14), no auditório da PBTur, do lançamento do documentário institucional “Caminhos pela Igualdade na Paraíba”, que registra as ações da Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana (Semdh) nos últimos oito anos.


Durante o lançamento do documentário, produzido pela QCP Consultoria, Projetos e Editora, Ricardo disse que a Paraíba será uma “célula de resistência e avanços” em relação à garantia de políticas públicas de igualdade para mulheres, LGBTs, negros, indígenas, quilombolas, ciganos, povos tradicionais e de religiões de matriz afro-brasileiras.


“O vídeo é um registro da celebração de uma estratégia executada desde a implantação da secretaria em 2011 para atender todos segmentos e cultivar o respeito aos direitos humanos. É uma caminhada importante com um percurso árduo, pois não é fácil dar visibilidade a todas as vozes e enfrentar o racismo, a LGBTfobia e o machismo. Estamos nadando contra correnteza com resistência, mas com muitos avanços”, ressaltou o governador.


Segundo a secretária da Mulher e da Diversidade Humana, Gilberta Soares, o vídeo representa simbolicamente a gestão do campo popular, que tem a missão de reduzir as desigualdades sociais. “O Estado cumpre etapas do dever de casa, pois nossa dívida é imensa, mas nós vamos continuar trabalhando com mais qualidade e mais políticas públicas”, afirmou a secretária durante o evento, que reuniu lideranças dos movimentos sociais.


O vídeo é dividido por áreas de trabalho da Semdh, composta pelas gerências de Gênero, Racial e LGBT, e traz narrativas de usuários e profissionais dos serviços de atendimento gratuito oferecidos pelo Governo do Estado como o Centro Estadual de Referência da Mulher Fátima Lopes, Espaço LGBT de João Pessoa e Campina Grande, Ambulatório de Saúde Integral para Travestis e Transexuais.


Com depoimentos de indígenas, quilombolas, mulheres, negros, o documentário traz histórias sobre o processo de construção das políticas públicas numa interface interdisciplinar, perpassando as várias áreas como saúde, educação, assistência social, segurança pública, habitação, emprego, trabalho e renda, meio ambiente, agricultura, entre outras, com foco na promoção da equidade e igualdade para grupos populacionais historicamente excluídos e com dificuldade de acesso a bens sociais, direitos civis e políticos e na promoção da cidadania e enfrentamento das diversas expressões da discriminação, preconceitos e violências decorrentes do machismo, da LGBTfobia, do racismo e da intolerância religiosa.



Secom-PB

Fotos: Alberi Pontes

© 2017 por Mário Sorrentino. Orgulhosamente criado pela Equipe.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco