© 2017 por Mário Sorrentino. Orgulhosamente criado pela Equipe.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Redação

Governo da Paraíba realiza festival Centenário de Jackson do Pandeiro em Alagoa Grande



O município de Alagoa Grande será palco do festival Centenário de Jackson do Pandeiro, de 26 a 31 de agosto, quando o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, em parceria com a Secretaria de Turismo, PBTur/Caminhos do Frio e a Prefeitura Municipal local, realizará uma série de atividades artístico-culturais na cidade natal do Rei do Ritmo, durante uma semana. A ação continuará até o mês de novembro, quando essas comemorações terminarão com o Festival da Cultura Quilombola, reunindo vários quilombos em Caiana dos Crioulos.


Para o festival já estão confirmadas atrações como Chico César, Nathália Bellar, Totonho, Fulô Mimosa e Biliu de Campina Grande, entre outros. Teatro, música, oficinas, e grandes shows fazem parte da programação que promete movimentar a cidade durante os seis dias.


O ano de 2019 foi instituído pelo Governo do Estado da Paraíba como o “Ano Cultural Jackson do Pandeiro”, em homenagem ao centenário de nascimento de um dos mais autênticos artistas da Música Popular Brasileira. Nascido em 1919, o grande ritmista paraibano completaria 100 anos de idade no dia 31 deste mês.


Para organizar os eventos alusivos à data, o Governo do Estado também criou a Comissão do Centenário de Jackson do Pandeiro (COM100), instalada em março passado, na Fundação Casa de José Américo, sob a coordenação do jornalista Fernando Moura. O objetivo da Comissão é idealizar, organizar e acompanhar as atividades em torno do ilustre compositor e cantor paraibano, com uma programação que contemple as diversas áreas culturais, artísticas e pedagógicas do Estado.


A primeira ação da COM100 foi a criação da marca oficial que consta nas peças e ações promovidas pelo governo e seus parceiros, com produção executiva da Secretaria de Comunicação do Estado, e ilustração do renomado artista plástico e xilogravador Jô Oliveira. A partir dessa identidade visual, tiveram início os eventos alusivos ao Centenário, como o II Festival de Música da Paraíba, realizado em maio passado, em Alagoa Grande, Monteiro e João Pessoa; o Festival de Arte Jackson do Pandeiro, realizado em julho no Espaço Cultural José Lins do Rêgo; uma exposição especial sobre o artista no Museu de Arte Popular da Paraíba (Museu dos Três Pandeiros), com o tema “Jackson é Pop”; o lançamento do documentário Jackson na batida do Pandeiro, de autoria do diretor Marcos Vilar e Cacá Teixeira, e mais uma série de eventos que ainda se estenderão até o final deste ano.




#festival #jacksondopandeiro #alagoagrande