google-site-verification=x12ECGCyA0KNTkoWmjRcJ_j75nXlJ8lrVJTTDnmc1zI
 

Covid-19: gestão Romero tornou Campina uma das cidades com maior ritmo de contaminações no Brasil...


Covid-19: gestão Romero tornou Campina uma das cidades com maior ritmo de contaminações no Brasil, revela levantamento do G1



O “ritmo de contágio” do novo coronavírus desacelerou em capitais e aumentou no interior do país entre o fim de maio e o começo de junho, aponta levantamento da plataforma Farol Covid, que analisou a situação das 124 cidades mais afetadas pela pandemia. Entre as cidades brasileiras com maior taxa de crescimento de casos está Campina Grande, administrada pelo prefeito Romero Rodrigues (PSD) e seu vice-prefeito Enivaldo Ribeiro (PP).


O levantamento obtido com exclusividade pelo G1 é detalhado a situação nas 10 cidades com maior e nas 10 com menor ritmo de contagio. Ele aponta que Campina Grande, está entre as dez cidades com maior taxa no ritmo de transmissão no Brasil, com 1.83. Ele aponta que simbolizado por Rt, o "ritmo de contágio" é um número que traduz o potencial de propagação de um vírus: quando ele é superior a 1, cada infectado transmite a doença para mais de uma pessoa e a doença avança. "Quando esse número é menor que 1, isso quer dizer que há doentes que não transmitem a doença a mais ninguém e nossa expectativa é que a curva da doença passe a se inclinar para baixo", disse Ana Paula Pellegrino, coordenadora de Tecnologia e Dados na Impulso.



Vale ressaltar que a falta de fiscalização por parte da prefeitura, a redução da frota de ônibus com o comércio funcionando a todo vapor e o miniLockdown sem planejamento, que durante dois dias concentrou grande parte da população de Campina Grande nos comércios e nas agências bancárias, contribuíram para Campina Grande se tornar uma das cidades com maior ritmo de contaminações do Brasil. Mesmo assim o prefeito Romero Rodrigues decidiu reabrir o comércio ( que já estava aberto) e manter a frota de ônibus com redução de 30% colocando a população em risco dentro dos coletivos. Veja detalhes: https://bit.ly/3d9b7Am


Os dados da Farol Covid apontam que cada infectado na cidade de Campina Grande, em média, vá transmitir a doença para mais 1.83 pessoa. A análise considera dados das secretarias estaduais de saúde entre 23 de maio e a segunda-feira (8) e utiliza um modelo matemático específico para análise de epidemias que permite a produção do Rt estimado (veja detalhes ao no link: https://glo.bo/2YK3zyV




#coronavirus #campinagrande #romerorodrigues