• Redação Mário Sorrentino

Com mais de mil mortes em um dia, Brasil tem um óbito a cada 73 segundos


No tempo em que você lê este texto até o final, ao menos cinco mortes por covid-19 serão registradas no Brasil. A última atualização do Ministério da Saúde, divulgada hoje (19), mostra que, nas últimas 24 horas, foram contabilizados 1.179 óbitos pela doença causada pelo coronavírus, com média de uma a cada 73 segundos. Ao todo, o país registra 17.971 mortes pela covid-19.


O país atingiu 271.628 diagnósticos, sendo 17.408 casos confirmados entre ontem e hoje. Ao menos 146.863 seguem em acompanhamento e, segundo a pasta, 106.794 se recuperaram da doença.


Trata-se de um novo recorde de mortes registradas em um dia, passando os 881 óbitos contabilizados na terça-feira passada (12). Os picos têm sido neste dia da semana porque, entre sábado e domingo, os dados não são registrados no sistema na mesma velocidade que nos dias úteis.

Hoje foi o primeiro dia nesta pandemia em que o Brasil contabilizou mais de mil mortes pela covid-19. O país é o quinto do mundo a chegar nesse patamar, após Estados Unidos, França, Reino Unido e China.


Com esse novo recorde de óbitos, a covid-19 se torna a principal causa de mortes hoje no Brasil, acima de qualquer doença ou causas externas — como comparação, as doenças cerebrovasculares matavam em média 273 pessoas por dia, em 2018, segundo os dados mais recentes do SIM (Sistema de Informações sobre Mortalidade).


O mesmo vale para os casos de infarto, pneumonia, diabetes, hipertensão e qualquer tipo ou agrupamento de câncer, além de mortes por acidentes ou agressões (que inclui assassinatos e suicídios).




#brasil #coronavirus

© 2017 por Mário Sorrentino. Orgulhosamente criado pela Equipe.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco