google-site-verification=x12ECGCyA0KNTkoWmjRcJ_j75nXlJ8lrVJTTDnmc1zI
 

Cícero Lucena se reúne com equipe da Semob e decide avaliar ciclofaixas para garantir a seguranç...


Cícero Lucena se reúne com equipe da Semob e decide avaliar ciclofaixas para garantir a segurança dos usuários



Projetos e ações relacionadas à melhoria do trânsito e transporte da Capital foram tema de reunião entre o prefeito Cícero Lucena e a diretoria da Superintendência de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob-JP). Entre as ações tratadas durante uma visita, na manhã desta terça-feira (26), estavam a revisão técnica das condições de segurança da ciclofaixas e alternativas para o problema de estacionamento no Centro da cidade.


“Todos concordamos que as ciclovias são equipamentos modernos de transporte, mas não adianta ter essa via quando ela mesma coloca em risco a vida do pedestre, do ciclista e até dos motoristas”, defendeu o prefeito. De acordo com ele, a gestão vai procurar técnicos do Crea e da Universidade para avaliar e decidir quais ciclofaixas podem ser mantidas com segurança. “E, claro, vamos manter a visão de ampliar a malha cicloviária sempre com segurança e atendendo aos requisitos técnicos”, explicou”.


Outro tema abordado foi o dos estacionamentos no Centro. Cícero conheceu e verificou o andamento do projeto de modernização da antiga Zona Azul, que está em fase final de elaboração do edital de licitação. O prefeito, no entanto, defende que mais alternativas sejam buscadas. “Há uma demanda por parte dos comerciantes, que identificam a falta de estacionamento como um dos problemas do Centro Histórico. Temos o compromisso de recuperar essa área e por isso precisamos contemplar essa questão. Ela passa por uma zona azul moderna, mas também por outras alternativas de uso do solo, com a discussão de novos estacionamentos no Centro”, pontuou.



Transporte – O quadro do transporte público urbano também fez parte da discussão. O prefeito explicou que recebeu as informações sobre o funcionamento do sistema, dados que serão analisados em parceria com técnicos da universidade. “Queremos avaliar não apenas a qualidade, mas também o preço da passagem, o que será feito de forma transparente e aberta. A equipe da Semob tem dados, expertise e esse é o modelo de um gestor que quer eficiência e redução de preço”, declarou.


Trânsito – No que se refere às intervenções urbanas, o prefeito analisou uma série de projetos que devem ser implantados, como o girador do Campo do Santos, no Geisel, e a ligação das Três Ruas, nos Bancários, à UFPB. “Quando se fala em estudar mobilidade as vias são importantes para a redução do tempo de deslocamento. A ligação entre bairros entra nessa esfera. A Semob tem projetos, o Governo do Estado tem sinalizado a intenção de ser parceiro neste objetivo e vamos fazer da forma mais rápida possível”, garantiu.


O gestor ainda visitou o Centro Operacional de Trânsito e Transportes (Cott), onde conferiu o monitoramento via câmeras. “Hoje a Semob tem 70 câmeras e disponibiliza essas imagens para outros órgãos, mas pretendemos ampliar o número para 400, em parceria com o Governador do Estado, e que as imagens sejam trabalhadas por todos os órgãos que precisam, envolvendo trânsito, segurança, saúde, além do planejamento das ações viárias”, defendeu.


Participaram do encontro o vice-prefeito Leo Bezerra, o superintendente da Semob, George Morais, o superintendente adjunto, Marcos Antônio Souto Maior Filho, o secretário municipal da Comunicação, Marcos Vinicius.