google-site-verification=x12ECGCyA0KNTkoWmjRcJ_j75nXlJ8lrVJTTDnmc1zI
 

Cícero autoriza uso de ferramenta que representa salto tecnológico na gestão


O prefeito Cícero Lucena autorizou a implementação do BIM, uma tecnologia inovadora que permite criar, utilizar e atualizar modelos digitais de uma construção em todas as etapas. Com o BIM, ganha-se tempo. Um alvará de construção, por exemplo, que leva dias para ficar pronto, vai passar a ser emitido em até 24 horas.


O sinal verde veio no final da tarde desta segunda-feira (15), na sede da Unidade Executora do Programa João Pessoa Sustentável (UEP). A utilização dessa ferramenta vai permitir desde a elaboração de projetos de arquitetura e engenharia, passando pela execução, até o gerenciamento e manutenção do empreendimento.


Os recursos virão do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), financiador do João Pessoa Sustentável, e o retorno é garantido. O BIM vai desburocratizar todo o processo de construção, auxiliar no crescimento ordenado da cidade e tornar as obras mais seguras. Vai também acabar com aditivos contratuais e trazer economia para os cofres públicos. A ferramenta já é usada em outras partes do mundo e foi implantada pelo governo federal via decreto (Nº 10.306), em abril de 2020. Agora vai ser uma realidade também em João Pessoa. A ideia é fazer da capital paraibana uma cidade modelo, inteligente, integrada e eficiente.



Como a ferramenta BIM é nova, o prefeito determinou ainda que sejam criados cursos de capacitação para servidores, arquitetos e engenheiros que vão lidar com o sistema. Cícero quer profissionais capacitados. A secretária de Ciência e Tecnologia, Margareth Diniz, ficou com a missão de conseguir parcerias junto a Universidade e Instituto Federais, Sebrae e outras instituições. É tudo pra ontem. “João Pessoa não pode mais esperar”, disse Cícero.


Mais novidades – Na reunião, que contou com a presença do coordenador-geral da UEP, Antônio Elizeu; do coordenador-executivo, Tárcio Pessoa; e do coordenador de Tecnologia da Informação, Bruno Reis, tratou-se ainda de outras questões essenciais para fazer João Pessoa se desenvolver mais e melhor. O novo Plano Diretor da Cidade já está em andamento e será executado por um consórcio formado por duas empresas vencedoras da concorrência. O valor contratado é R$ 2.872.878, que corresponde a 25% do total previsto inicialmente. É dinheiro que sobra para outros investimentos.


Também seguem as desapropriações na Avenida Beira Rio que vai ganhar um Parque e um conjunto habitacional para abrigar em local digno e seguro as famílias que vivem em oito comunidades na área. No Conjunto Saturnino de Brito, Cícero deu a ordem para a instalação de cercas que vão trazer mais segurança para a população. E deu prazo: em 45 dias o problema deixado pela gestão anterior vai estar resolvido.



O prefeito ainda falou do novo projeto de iluminação da cidade. 52 mil lâmpadas vão ser substituídas por LED, o que garante economia e energia limpa. Além de serem mais resistentes, as lâmpadas LED são totalmente recicláveis, não contêm materiais tóxicos e reduzem a emissão de carbono.


A tecnologia – Building Information Modeling (BIM) traduz-se como Modelagem de Informação da Construção e é um conjunto de tecnologias, processos e políticas que permite que várias áreas de atuação possam, de maneira colaborativa, projetar, construir e operar uma edificação ou instalação.