google-site-verification=x12ECGCyA0KNTkoWmjRcJ_j75nXlJ8lrVJTTDnmc1zI
 

Cássio ofende TRE-PB após tribunal manter elegibilidade de Ricardo Coutinho no caso Empreender



O ex-senador Cássio Cunha Lima (PSDB), atualmente sem mandato, disparou ofensas contra o Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), o mesmo tribunal que o cassou em 2009 em menos de seis meses no caso Fac.


A ofensa foi feita após o tribunal ter mantido a elegibilidade de Ricardo Coutinho e Lígia Feliciano em julgamento de Aije que apurava supostas irregularidades no Empreender em 2014, época eleitoral.


Cássio foi cassado por ter aplicado R$ 3,8 milhões em cheques. No caso Empreender, Ricardo tem voto de absolvição de Porto por ter investido mais de R$ 31 milhões, quase dez vezes mais, o que, para o desembargador, não caracterizou crime eleitoral.


Cássio postou em redes sociais: “Na Paraíba, sobretudo para os apreciadores de vinho, a Justiça Eleitoral não apenas tarda, como também falha. Uma vergonha o que aconteceu ontem (quinta, dia 11). É nojento.”


Cássio, apesar de pedir celeridade no julgamento dos seu adversários políticos esquece que o inquérito que investiga um dos maiores escândalos das eleições da história da Paraíba, conhecido como o Caso Concorde e o Dinheiro Voador se arrasta a quase 13 anos, ainda na fase de inquérito.



#cassiocunhalima #tre #ricardocoutinho