google-site-verification=x12ECGCyA0KNTkoWmjRcJ_j75nXlJ8lrVJTTDnmc1zI
 

Botafogo-PB atropela Esporte e fica próximo das semifinais do estadual



No Estádio Almeidão, o Botafogo-PB fez seu último jogo antes de encarar o Tombense pela segunda fase da Copa do Brasil. E depois de perder para a Perilima com o time reserva, o técnico Evaristo Piza escalou os principais atletas. Com isso, o resultado foi certeiro, o Belo dominou os 90 minutos de partida contra o Esporte de Patos, que não conseguiu esboçar reação. Atuações impecáveis do trio Marcos Aurélio, Clayton, autor de dois gols, e Nando, que fez um. Por sinal, o meia dono da camisa 7 foi o destaque do confronto da sétima rodada. Com o resultado, o Alvinegro chegou aos 18 pontos, liderando com tranquilidade o Grupo A, enquanto o Patinho caiu para a quinta e última posição do Grupo B, com apenas seis pontos e agora atrás até do CSP.


Primeiro tempo


O primeiro tempo foi todo alvinegro. Desde o primeiro minuto de jogo, o Botafogo-PB se manteve no ataque, mostrando que a derrota para a Perilima ficou realmente no passado. Teve bola na trave de Nando, chances boas com Dico e claro, o meia Clayton dando muito trabalho ao goleiro Evandrízio. Foi justamente o camisa 7 que, aos 28 minutos, abriu o marcador após receber um bom cruzamento de Fagner. O gol deu uma maior tranquilidade para o Belo, que permaneceu jogando em cima do Patinho, mas a primeira metade ficou por isso mesmo.


Segundo tempo


Na etapa final, o Alvinegro seguiu dominando, deslanchando logo nos primeiros minutos. Com cinco minutos, Nando ampliou para o Belo. E sem ter tempo para reagir, o Esporte de Patos viu Clayton marcar um golaço aos nove minutos, praticamente definindo o resultado da partida. Na sequência, o Botafogo-PB manteve o domínio sobre o Pato, que não chegou a esboçar reação e terminou a partida derrotado e na lanterna do Grupo B.


Melhor da Partida


Não tem como falar de outro atleta. Clayton novamente teve mais uma grande atuação com a camisa do Botafogo-PB. O meia deu passes, marcou dois gols, sendo um petardo de primeira, e ajudou o seu time a se aproximar ainda mais da vaga nas semifinais de forma antecipada. O goleador botafoguense agora se iguala a Nando, como os dois artilheiros da equipe no ano. Cada um marcou cinco vezes até aqui.



(Fonte)