• Redação Blog Mário Sorrentino

Bandas Marciais da Rede Estadual de Educação conquistam Campeonato Nacional de Bandas e Fanfarras


Sete Bandas Marciais da Rede Estadual de Educação da Paraíba foram campeãs no 25º Campeonato Nacional de Bandas e Fanfarras, que aconteceu nos dias 24 e 25 de novembro na praça do Marco Zero, em Recife. As bandas conquistaram os primeiros lugares nas categorias infantil, infanto-juvenil, juvenil e sênior, recebendo troféus e certificado de campeãs nacionais.


Cada uma teve um tempo de 25 minutos para apresentar o repertório e a performance de uma música brasileira e outra clássica de escolha da banda. Todas que participaram foram vencedoras: a banda da Escola Estadual de Educação Infantil e Ensino Fundamental Professor Maria Bronzeado Machado, campeã na categoria infantil; Escola Cidadã Integral Horácio de Almeida, campeã na categoria infanto-juvenil; Banda Marcial da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Carlos Chargas, vice campeã na categoria infanto-juvenil; a da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Pedro Lins Vieira de Melo, campeã na categoria juvenil; da Escola Cidadã Integral Técnica Papa Paulo VI, vice campeã na categoria juvenil; Escola Cidadã Integral José do Patrocínio, campeã na categoria técnica de percussão sinfônica juvenil e a Orquestra de Metais e Percussão da Secretaria do Estado da Paraíba (OMPPB), banda formada por professores, campeã na categoria senior.


O Campeonato Nacional tem o objetivo de estimular a criação de bandas e fanfarras, promover o intercâmbio entre os integrantes, mediante competições, incentivar as corporações musicais, o aprimoramento de métodos e técnicas artísticas, bem como contribuir para o desenvolvimento do espírito de corporação, autodisciplina e civismo, necessários à formação integral do cidadão.


As bandas marciais da Paraíba são resultado do ensino de música nas Escolas Estaduais. A Rede Estadual de Ensino da Paraíba conta com 110 bandas marciais escolares em funcionamento em 110 escolas das 14 Gerências Regionais, envolvendo cerca de 7 mil alunos. Segundo o gerente Júlio Ruffo, as bandas marciais resgatam a tradição dos desfiles cívicos, mas também estimulam o desempenho dos estudantes em sala de aula. Para integrar as bandas, os alunos precisam ter bom rendimento escolar.


Para Julio, o campeonato mostrou para todo o Brasil o respeito, seriedade e competência que o Estado da Paraíba trata os alunos da rede estadual com projeto de inclusão através das bandas. “A nossa participação em um evento desse porte ratifica a magnitude de nosso Projeto de Bandas Escolares, onde fazemos inclusão e formamos cidadãos, assim como direcionamos os alunos para uma boa formação educacional. Também oferecemos todo ensino da linguagem musical, preparando os alunos para o curso de graduação em música ao término do ensino médio”, disse.




Secom-PB

© 2017 por Mário Sorrentino. Orgulhosamente criado pela Equipe.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco