google-site-verification=x12ECGCyA0KNTkoWmjRcJ_j75nXlJ8lrVJTTDnmc1zI
 

Auxílio emergencial: pagamentos começam amanhã, veja quem recebe


O mês de abril começou com uma boa notícia: o auxílio emergencial 2021 será depositado nas contas dos beneficiários a partir desta terça-feira, dia 6.


Para isso, a Caixa Econômica Federal, responsável por gerir o recurso, preparou um calendário de crédito com o objetivo de evitar a aglomeração e garantir um atendimento de forma ordenada.


Diante disso, os pagamentos serão escalonados de acordo com o mês de nascimento do beneficiário, sendo pagos em ciclos de crédito em conta e saque em dinheiro.

Desta maneira, os pagamentos se estendem até o dia 22 de agosto.


Então, chegou a hora de você verificar se possui direito ao auxilio em 2021, quando será pago e quais os critérios que garantem o recebimento. Para tirar suas dúvidas, continue acompanhando este artigo.


Quem tem direito?


Pelas novas regras, estabelecidas pela Medida Provisória 1.039/2021, o Auxílio será pago às famílias com renda mensal total de até três salários mínimos, desde que a renda por pessoa seja inferior a meio salário mínimo.



O auxílio emergencial 2021 será pago independentemente de solicitação para a pessoa que, em dezembro de 2020, estava elegível para recebimento do auxílio emergencial ou auxílio emergencial extensão e que não esteja enquadrado em nenhuma das situações de impedimento.



A seleção foi feita pelo DATAPREV e o resultado validado pelo Ministério da Cidadania.

Para quem recebe o Bolsa Família, continua valendo a regra do valor mais vantajoso.

A família receberá o benefício com maior valor, seja a parcela paga no âmbito do programa, seja o valor do Auxílio Emergencial.


Como saber se fui selecionado?


Para saber se você poderá receber o auxílio, basta verificar o resultado do processamento do Dataprev através do endereço auxilio.caixa.gov.br ou central 111.



Qual o valor e a quantidade de parcelas?


Isso dependerá da composição de cada família. Veja como vai funcionar nesta nova rodada de pagamentos do auxílio:


  • As famílias, em geral, vão receber R$ 250;

  • A família monoparental, chefiada por uma mulher, vai receber R$ 375;

  • Pessoas que moram sozinhas vão receber R$ 150.


Serão disponibilizadas até quatro parcelas, desde que a família continue atendendo aos critérios de seleção do auxílio.




Fonte: JornalContabil