• Redação Blog Mário Sorrentino

A Paraíba terá um representante do estado nas eleições do SINAIT que ocorrerão em outubro


Em outubro haverá eleições para uma importante entidade sindical nacional. Estamos falando do SINAIT (Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho). Em todo o Brasil milhares de filiados irão eleger a nova diretoria para o triênio 2021/2023.


O paraibano Einstein Coutinho de Almeida, professor e Auditor Fiscal do Trabalho com 25 anos de atividade é o candidato à presidência. A chapa 01 “Juntos Somos Fortes” é composta por 28 AFTs de 18 Estados do país. Representa o sentimento de renovação de ideias que deve permear as entidades representativas.


O jornalismo do blog Mário Sorrentino convidou o candidato para uma entrevista. O objetivo foi obter detalhes deste processo eleitoral e saber as perspectivas que a chapa 01 “Juntos Somos Fortes” tem para oferecer à categoria.


1. Como ocorreu a formação desta chapa? Quem está encabeçando?


Tivemos uma construção coletiva em que diversos Auditores Fiscais do Trabalho participaram da formatação da chapa 01. Temos 18 Estados representados na composição da chapa “Juntos Somos Fortes”!


Foram diversas reuniões até que houvesse a definição dos nomes que viriam a encabeçar a chapa! Inegavelmente, um estado do Nordeste com um dos menores quadros de Auditores Fiscais do Trabalho não teria condições de realizar esta formatação isoladamente!


No que tange ao paraibano figurar na cabeça de chapa, tivemos um processo de escolha democrática, que contou com o relevante apoio de diversos Estados. Não tenho como deixar de externar a honra de ter sido escolhido.


Como candidato à vice-presidência temos o AFT aposentado José Cláudio Gomes(RS), 78 anos, um dos principais fundadores do sindicato e duas vezes presidente do SINAIT.

2. O que a chapa 01 “Juntos Somos Fortes” propõe de novo para a Auditoria Fiscal do Trabalho?


Almejamos realizar uma gestão transparente em que as contas e as notas de despesas sejam publicadas cotidianamente! Estes documentos precisam chegar com clareza ao conhecimento dos AFTs. É preciso compreender que os dirigentes sindicais administram recursos dos filiados e não deles próprios! Este evento gera credibilidade à gestão, fato que incentiva a participação e integração da categoria no cotidiano do seu sindicato!


Queremos dar vez e voz aos AFTs! A democratização nas relações entre filiados e a direção sindical é essencial, para restaurar a credibilidade da representatividade. A existência de uma categoria forte passa necessariamente por este viés. O sindicato pertence aos filiados, não aos seus dirigentes!


Somos contra a reeleição! Entendemos que a direção sindical precisa de constante oxigenação com renovação de ideias e práticas! A chapa 01 “JUNTOS SOMOS FORTES” propõe uma renovação com responsabilidade. Para tanto conta com a experiência de 25 anos de auditoria do candidato à presidência e de 78 anos de idade do candidato à vice-presidência!


3. Muitos Auditores Fiscais do Trabalho têm revelado a necessidade de mudança na gestão do SINAIT. O que a chapa 01 “Juntos Somos Fortes” pretende mesmo fazer? Mudar o quê? E para chegar aonde?


Implantaremos um modelo de uma gestão transparente e eficaz. Precisamos examinar todas as despesas atuais da entidade! Parte do orçamento será investido na divulgação em mídia dos trabalhos dos Auditores Fiscais do Trabalho.


Atualmente, grande parte da sociedade ainda desconhece a existência e o trabalho desenvolvido pelos Auditores Fiscais do Trabalho. Este evento precisa ocorrer de forma contínua.

O reconhecimento pela sociedade do valor do Auditor Fiscal do Trabalho é fator imprescindível, para que o trabalho parlamentar tenha eficácia! Saliente-se que é exatamente no parlamento que as principais pautas da categoria são objeto de deliberações!


A democratização das relações filiados-dirigentes sindicais tem a força de promover a aproximação e abertura à participação ampla dos AFTs na formulação de proposituras em relação às demandas que afligem a categoria.


A democratização e a transparência são vetores fundamentais para trazer de volta à entidade sindical milhares de AFTs que se desfiliaram nos últimos anos!


Só se pode falar em união, quando se incentiva os AFTs à participação e integração. Democracia plena e transparência são fundamentais neste desiderato. As pessoas precisam se sentir úteis em qualquer construção. Não existe união com imposições. União só existe quando se respeita as opiniões divergentes, se dialoga e se busca as convergências! Este coletivo tem como um dos pontos centrais alcançar a verdadeira união da Auditoria Fiscal do Trabalho.


4. Sabemos da necessidade de um bom relacionamento parlamentar, para que as pautas da categoria tenham êxito. Como se dará esta relação sindicato-parlamento?


O diálogo com a classe política é fundamental para os avanços das pautas da categoria. Inegavelmente, temos grande respeito pela democracia. Compreedemos que o diálogo é o ponto chave para alcance das metas preestabelecidas.


Temos convicção de que o Parlamento tem muitos Deputados e Senadores com visão estratégica do Estado. Neste diapasão, é preciso ter ciência de que a valorização de determinadas carreiras significa o fortalecimento do próprio Estado brasileiro.


Política é feita à base de diálogos e convergências! A Auditoria Fiscal do Trabalho é detentora de credibilidade junto a diversos segmentos sociais, temos história, fato que repercute junto ao Congresso Nacional. Acreditamos que o legislativo compreenderá a importância de estar junto conosco em diversas pautas de interesse da coletividade!


O tema concurso público precisa ser dialogado com a classe política! Tivemos inúmeras aposentadorias nos últimos anos! Atualmente, temos cerca de 2.070 ativos, um quadro defasado, que vem prejudicando sobremaneira a eficácia do nosso trabalho. A sociedade precisa compreender a importância da Auditoria Trabalhista e estar junto conosco.

5. O que a chapa 01 “JUNTOS SOMOS FORTES” oferecerá aos Auditores Fiscais do Trabalho aposentados?


Inicialmente, precisamos evidenciar o respeito que temos aos aposentados. A chapa 01 “JUNTOS SOMOS FORTES” é a única que tem um aposentado, José Cláudio Gomes, na cabeça de chapa! É uma demonstração cabal do valor que temos pelos aposentados. Respeito referendado neste gesto! Não adianta ficar no discurso. É preciso evidenciar na prática.


É necessário deixar claro que foram os atuais aposentados que ajudaram à categoria chegar ao atual estágio. Desta forma, trazer o aposentado para participar diretamente da gestão é dar-lhe dignidade.


Nossa gestão pretende implantar uma comissão específica a fim de dar agilidade aos processos judiciais dos aposentados. É inadmissível um aposentado de 75 anos esperar 15 anos para ter uma ação judicial finalizada! Os aposentados serão informados cotidianamente acerca do andamento dos seus processos.


Traçaremos estratégias, planejamentos e ações adequadas para assegurar a paridade remuneratória entre ativos e aposentados.


Incentivaremos os aposentados a participar de atividades e intercâmbios culturais! Temos na carreira músicos, poetas, atores, escritores, dentre outros! É preciso incentivar a participação! Irrefutavelmente, fortaleceremos este importante núcleo!




#einsteincoutinho #eleicao #sinait

© 2017 por Mário Sorrentino. Orgulhosamente criado pela Equipe.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco